OLÁ, SEJA BEM-VINDO!
São João da Boa Vista, 21 de maio de 2022



Leia aqui nosso Estatuto



DESTAQUE
50 Anos de História

O livreto apresenta uma breve narrativa dos cinquenta anos de atividades da Casa bem como a relação das cadeiras, patronos e acadêmicos que dela fazem ou fizeram parte, além do Estatuto e das alterações estatutárias que se fizeram necessárias durante o período. Publicar esta obra foi uma forma de homenagear os fundadores desta Casa de Letras e aqueles que bravamente a construíram ao longo de meio século de intensas mudanças sociais e culturais, fazendo dela um patrimônio de toda a sociedade sanjoanense.
Conheça também a biografia dos fundadores, clicando aqui.


Lives
15/11/2021
Jubileu de Ouro - Academia de Letras.

30/10/2021
Bate-prosa "Dez anos sem Moacyr Scliar"

16/10/2021
Mesa-redonda "Comunicar, verbo transitivo direto e indireto"

24/09/2021
Cláudio Richerme apresenta "Prosa ao piano: Guimar e outras notas"

14/08/2021
Premiação do XXIX Concurso Literário de Poesia e Prosa

24/07/2021
Solenidade de posse do acadêmico Hélio Correa da Fonseca Filho

19/06/2021
Chá literário "Atualidade de Paulo Freire"

29/05/2021
Chá literário "Reflexões sobre a obra de Conceição Evaristo"

08/05/2021
Chá literário "Emoções aceleradas"

17/04/2021
Chá literário "Coisas de Orides"

30/01/2021
277ª Reunião Ordinária de Solenidade de Posse da Diretoria Biênio

28/11/2020
Abertura do Jubileu de Ouro

10/09/2020
276ª Reunião Ordinária - Solenidade de Premiação do XXVIII Concurso Literário

20/08/2020
275ª Reunião Ordinária - Posse de Marly T. E. de Camargo Fadiga

Pensamento & Pesquisa
08/05/2021
UM ESTILO DE VIDA - Crônica de Eduardo Barros, lida no Chá Literário "Emoções aceleradas"

10/09/2020
CLARICE, uma surpresa Palestra da acadêmica Maria José Gargantini Moreira, proferida na reunião XXVIII Concurso Literário de Poesia e Prosa

23/02/2019
RAÍZES DO NOSSO CARNAVAL Palestra da acadêmica Beatriz Castilho Pinto, proferida na reunião SERPENTINA LITERÁRIA
[Referência]


ACADEMIA NAS REDES

PARCEIROS DAS LETRAS

PREFEITURA MUNCIPAL
www.saojoao.sp.gov.br



Os Fundadores
Octávio da Silva Bastos
BIOGRAFIA - Nasceu em Recife-PE no dia 31 de março de 1906, no seio de uma importante família do ramo empresarial e político. Lá concluiu o curso de Direito em 1928 e, logo depois, iniciou-se nos negócios (com uma serraria) e na política, ingressando como voluntário nas colunas que marcharam em favor de Getúlio Vargas. Em 1931 foi nomeado promotor público em Recife e, no ano seguinte, secretário de governo do interventor de Pernambuco. Pouco após, foi nomeado para atuar como promotor no Distrito Federal, onde permaneceu até 1956, quando foi aposentado por motivo de doença. Transferindo-se para São João da Boa Vista, cidade onde residia a família de sua esposa, fundou empresa e voltou-se à atividade política, elegendo-se vice-prefeito e, na gestão seguinte, prefeito. Em sua gestão foi criado o Museu Histórico e Pedagógico Dr. Armando Salles de Oliveira e instaladas duas importantes empresas do setor siderúrgico. Além disso, foi o grande incentivador do polo educacional em que se transformou a cidade: participou do grupo que fundou a autarquia municipal FAE - Faculdade de Administração e Economia (1961) e a Fundação Sanjoanense de Ensino (1965). Bem por isso, foi chamado de “o semeador das faculdades” por Octávio Pereira Leite, seu companheiro na Academia. Presidindo esta Fundação, que hoje leva seu nome, Fundação de Ensino Octávio Bastos, fundou as faculdades de Direito e de Filosofia, Ciências e Letras, das quais foi respectivamente professor e diretor. Foi ainda presidente do Aéreo Clube local, sócio de entidades comerciais e sindicatos rurais, bem como membro do Rotary Club Centro. Faleceu aos 26.03.1985, prestes a completar 79 anos de idade. Como reconhecimento por seus elevados méritos, leva seu nome o estádio localizado no interior do Centro de Integração Comunitário - CIC, bem como uma importante avenida da cidade.

VIDA ACADÊMICA - É membro fundador e um dos idealizadores da Academia de Letras de São João da Boa Vista, cuja semente brotou de uma conversa informal entre ele e Milton Duarte Segurado, professor no curso de Direito e membro da Academia Campinense de Letras, ambos imbuídos do ideal de movimentar a cena cultural da cidade, em consonância com o advento dos cursos superiores. Participou ativamente dos trabalhos de sua criação e organização, ao lado de Octávio Pereira Leite e Francisco Roberto de Almeida Júnior. Instalada a Academia no dia 15.11.1971, Octávio da Silva Bastos assumiu o posto de primeiro vice-presidente, ocupando a cadeira n° 2 e escolhendo Rui Barbosa como patrono.

Em um salmo de sua autoria, Octávio reconhece propaga ter três filhas de sangue e alma (suas filhas biológicas) e três filhas do trabalho e suor: a Fundação Sanjoanense de Ensino - atual Unifeob; a Faculdade de Administração e Economia - atual Unifae; e a Academia de Letras:

“Chegue a minha petição à tua presença,
em campo de boninas.
Julga-me, Senhor, pela minha fé
e pelas minhas obras.
Gerei três filhas de minha carne e sangue;
três outras gerei por minha mente e trabalho.”




Acadêmicos em Destaque

Cadeira 21

José Benedito de Almeida David

Cadeira 37

João Batista Gregório

Cadeira 10

Francisco de Assis Carvalho Arten

Cadeira 17

João Baptista Scannapieco

Cadeira 06

Marly T. Estevam de Camargo Fadiga

Cadeira 43

Clineida Andrade Junqueira Jacomini

Em comemoração ao Jubileu de Ouro, esta edição especial da revista Arca apresenta textos em verso e prosa, escritos por acadêmicos atuais e in memoriam. Traz também fotos dos fundadores da instituição e outras antigas, colhidas ao longo destes cinquenta anos, ao lado da galeria dos acadêmicos contemporâneos e dos eventos de 2020-2021 - estes, sob o formato digital demandado pela pandemia.

Publicações versão on-line

Antologia do XXIX Concurso Literário de Poesia e Prosa
Para visualizar basta clicar no link abaixo:

Ver edição online


Antologia da 28ª edição do Concurso Literário de Poesia e Prosa
Para visualizar basta clicar no link abaixo:

Ver edição online


10ª Edição Revista ARCA
Para visualizar basta clicar no link abaixo:

Ver edição online


[ Veja Mais ]


 

Nota de pesar

A Academia de Letras de São João da Boa Vista lamenta o falecimento da escritora Lygia Fagundes Telles, membro honorário da instituição.

Lygia recebeu a homenagem desta Arcádia em junho de 1993, ocasião em que proferiu uma concorrida palestra sobre o livro Capitu, roteiro cinematográfico escrito por ela em parceria com o marido, o cineasta Paulo Emílio Salles Gomes, a partir do romance D. Casmurro, de Machado de Assis.

Contista e romancista consagrada, vencedora dos mais importantes prêmios da língua portuguesa, Lygia deixa um importante legado para a literatura brasileira e doces lembranças para aqueles que tiveram a oportunidade de conhecê-la.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
04/12/2021
Confraternização

15/11/2021
Jubileu de Ouro

30/10/2021
Bate-prosa “Dez anos sem Moacyr Scliar”

16/10/2021
Mesa-redonda “Comunicar, verbo transitivo direto e indireto”

24/09/2021
Cláudio Richerme apresenta "Prosa ao piano: Guiomar e outras notas"
Semana Guiomar Novaes


14/08/2021
Premiação do XXIX Concurso Literário de Poesia e Prosa

24/07/2021
Posse do Acadêmico Hélio Correa da Fonseca Filho

19/06/2021
Chá Literário “Atualidade de Paulo Freire”

 
Resultado do XXIX Concurso Literário de Poesia e Prosa

A Academia de Letras de São João da Boa Vista divulga o resultado de seu XXIX Concurso Literário de Poesia e Prosa, parabenizando aos vencedores e a todos os participantes, pelo alto nível dos trabalhos.
A premiação terá lugar em cerimônia virtual a realizar-se no dia 14 de agosto de 2021, às 19h, no canal da instituição no YouTube, quando será lançada a respectiva Antologia.
Veja aqui a relação dos premiados. Mais informações, clique aqui

 
Publicações da Academia

 
Onde Estamos


Academia de Letras de São João da Boa Vista | ©1971-2022 Todos os Direitos Reservados.
Praça Rui Barbosa, 41, Largo da Estação, São João da Boa Vista-SP | Email: [email protected] | +55 19 99687-3284